fbpx

Os encantos de Paris

por | 12 ago, 2020

Os encantos de Paris

Visitando Paris pela quinta vez, sempre me pergunto porque essa cidade mexe tanto comigo. Em cada retorno, parece que é a primeira vez que a sofisticação e o charme do lugar me encantam, seduzem… 

A Torre Eiffel tem o poder de me hipnotizar. Sempre. Talvez pela sua imponência, talvez pela sua delicadeza, talvez pelo seu mistério. E pensar, que ao ser construída, em 1889, para a Exposição Universal, seria apenas um monumento temporário e, mesmo assim, desagradou muitos artistas e parisienses da época, que protestaram contra a sua construção, dizendo que a torre ameaçaria a estética da cidade.

Uma torre de ferro erguida em pleno coração de Paris não convinha, segundo eles, por contrastar demasiadamente com a elegância e a beleza refinada da cidade.

Quanta injustiça com o monumento pago mais visitado do mundo!

Outro aspecto impossível de ser deixado de lado ao chegar à Paris, é o desfile de moda a céu aberto que acontece nas ruas da cidade pelos franceses. Um desfile totalmente sem padrões e tendências definidas, apenas mostrando a autenticidade, preferência e estilo próprio de cada um.

Os parisienses entendem como ninguém o conceito de inteligência visual e de como usar a moda como um facilitador de vida e não se escravizar por ela. Não há padrões, não existe certo e errado ao se vestir, existe o que funciona e é adequado para cada pessoa e seu estilo de vida.

E assim, sempre me pego admirando as pessoas pelas ruas. A leveza de quem consegue mostrar ao mundo quem de fato é, através da sua imagem, sem necessidade de apresentações.

O modo de se vestir dos franceses é tão peculiar, que eles se destacam sem nenhum esforço em meio às centenas de turistas que transitam diariamente pela cidade. Um verdadeiro charme, com todos os detalhes muito bem pensados.

E já que falamos em turistas, vem o ponto negativo. Não entendo porque a grande maioria dos turistas pelo mundo inteiro, vestem-se tão mal. Que preguiça é essa de fazer mala que as pessoas têm?

Estou me contradizendo, falando que não existem padrões e criticando a forma de vestir dos turistas? Não. Realmente não existe padrão, existe o que faz sentido e deixa cada pessoa confortável.

Mas, independente de escolhas e estilos, seja do hippie ao sofisticado, vista-se bem como um hippie e vista-se bem com sofisticação. O cuidado e carinho que cuidamos da nossa imagem e aparência, diz tudo sobre nós.

Talvez você goste também:

O divisor de águas da minha carreira!

O divisor de águas da minha carreira!

A moda sempre me encantou e despertou muito interesse, pois nunca consegui enxergá-la apenas como roupa, mas como voz para que me apresentasse da forma como gostaria que as pessoas me percebessem. Com o passar do tempo, muito estudo, dedicação e experiência, fui cada...

Detalhes para um dia ainda mais especial

Detalhes para um dia ainda mais especial

No dia do casamento, a noiva é, mais do que nunca, o centro de todas as atenções. É imprescindível que esteja linda, mesmo porque sua imagem será eternizada nas fotos que serão vistas ao longo da vida. Recebo muitos contatos com dúvidas de como a consultoria de imagem...

Moda e comportamento – Parte II

Moda e comportamento – Parte II

Há um ano, escrevi a minha primeira coluna aqui no jornal. Incrível poder compartilhar com vocês um pouco do meu trabalho. Para marcar a data, relembro as frases que mais geraram retorno e dúvidas nas minhas redes sociais. Continuo aguardando o contato de vocês para...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *